Ele, a Lua



Desde pequena sempre fui fascinada pela Lua. Ao contrário dos incessantes clichês, não era nada romântica a minha admiração. Passava horas e horas de minhas noites solitárias olhando aquela coisa brilhante no céu, às vezes esforçando-me para detalhá-la cerrando meus olhos mediante minha miopia.

Para mim ela era realmente incrível. Me perguntava dia e noite se as pessoas também conseguiam notar naqueles pedacinhos esburacados coisas tão fascinantes quanto eu podia notar. Um grande queijo de bilhões de anos, cheio de histórias, cheio de beleza e de uma singularidade tão comovente. Era especial.

Certa vez, num sonho em um dos cochilos que tirava na sacada de casa enquanto a observava, tive a oportunidade de transformá-la em um amigo. Uma forma humana da parte mais linda do céu. Uma oportunidade de poder dizer à coisa que mais me arrancava sorrisos o quanto era especial para mim, o quanto era incrível.
Para minha surpresa, minha Lua apareceu como um garoto. Tímido e com mania de desviar o olhar sempre que tentava prendê-lo aos meus. Dizia se chamar Alê.

Ele, por sua vez, dizia-me achar o contrário de tudo o que eu pensava. Como é que consegues enxergar algo tão bonito em mim, não percebes que sou apenas uma rocha repleta de defeitos? - Perguntava.

Eu, como uma boba enfeitiçada respondia mencionando cada detalhe de sua superfície, cada marca que parecia ter sido esculpida por um artista paciente e carinhoso. Marcas de felicidade e tristeza, sonhos e desejos, algumas frustrações e tristezas mas todas com uma complexidade notável e mágica.

Por mais que me sentisse um pouco frustrada por não conseguir mostrar para ele o quanto era especial, o quanto me cativava e me fascinava com seus detalhes difíceis de compreender, me sentia extremamente feliz de apenas poder olhar para ele naquele breve momento, movimentar meus lábios e dizer o quanto ele era incrível.

A vida havia me ensinado que boa parte de nossa verdadeira beleza não é notada por nós, mas fazemos algo bom quando nos abrimos e deixamos ser admirados e descobertos por alguém. E quando ele sorria eu me sentia privilegiada por apenas conseguir fazê-lo ouvir todas as coisas que meu coração arremessava para fora de meu peito em forma de palavras.

Ah, e se ele sorria eu me sentia especial também. Voltava os olhos para mim mesma, para minhas marcas e conseguia perceber que todos nós somos algo complexo e bonito.

A noite passava, e da mesma forma que a Lua se movimenta em nossos céus ele se distanciava de mim com a mesma timidez com que apareceu, falando pouco e negando meus elogios com o rosto corado, com todos seus detalhes que talvez só eu pudesse ter notado após tantas obervações.

Assim, meu primeiro encontro com aquele garoto, a forma humana da Lua, terminava. Contudo, após vê-lo sumir devagarinho no horizonte, coloquei a mão em meu peito e desejei mais ainda poder tê-lo nos dias seguintes e, quem sabe, para sempre pertinho de mim.



 Escrito por: 
Cecília Valentim 






Tudo que eu gostaria de dizer ao meu namorado ღ

“Com um sorriso desses você não precisa de olhos…”

Hoje completamos 2 meses de namoro!! Sei que já escrevi coisas desse tipo para você no faceboook! Mas hoje é uma data legal e queria escrever algo aqui no blog para você!! Ou seja, quero dizer que amo você! Que você é muito especial e que apesar da distância o que eu sinto por você não muda.

Sei que às vezes sou um pouco chata e até ciumenta além da conta!! Mas pode ter certeza que amo cada detalhe seu! Amo seu sorriso, seus olhos que não possuem uma cor definida, seu sotaque carioca, a forma como você luta pelos seus sonhos e costuma ser leal e bondoso com os seus amigos!! Você é uma das pessoas mais doce que eu tive o prazer de conhecer. 

Quero te informar que desejo muito ter uma vida ao seu lado e constituir uma família, pois você será um pai maravilhoso sem a menor dúvida! Mas tudo tem o seu tempo. E, enquanto isso não acontece quero aproveitar cada instante ao seu lado: Seja ele virtualmente ou pessoalmente. 

Somos diferentes em vários sentidos! Ou seja, gosto de várias porcarias que você não gosta e você gosta de algumas porcarias que eu também não gosto. Porem, quando o tema é o futuro e até mesmo a criação de filhos que nem temos ainda… Parecemos concordar! Acho que isso é o mais importante, né? 

Digamos que o início do nosso namoro não foi algo absolutamente lindo!!! Pois tivemos alguns problemas. Porém, não deixamos isso acabar com nosso namoro! E acho que foi até legal ter acontecido esses problemas, pois de alguma forma aprendemos que sempre damos um jeito para resolver tais problemas. 

Quando eu era adolescente sonhava com uma relação perfeita! Mas aprendi que isso não existe!!! Nem mesmo nos contos de fada! Ou seja, Once Upon a Time, me ensinou isso! Mas mesmo assim quero enfrentar cada problema, conquista, tristeza e felicidade ao seu lado! Sei que nem sempre você vai querer desabafar comigo ou coisas do tipo!! Mas tenha certeza que pretendo estar sempre ao seu lado.






Grupo Editorial Pensamento ღ


Oieee, tudo bem? Gente, agora vou voltar a postar com tudo aqui no blog! Pois minha depressão passou e estou melhor que nunca!!! Porém, vou programar as resenhas, pois agora com trabalho e faculdade tudo ficará mais corrido! Mas eu amo esse mundo literário e adoro o blog! Ou seja, não consigo ficar sem postar por muito tempo! A novidade é que novamente o blog será parceiro do Grupo Editorial Pensamento! Ou seja, passamos na parceria novamente!!! Vamos conhecer as novidades?

                       


A Netflix acaba de anunciar que #GIRLBOSS, sua série de comédia baseada no #GIRLBOSS de Sophia Amoruso, estreará na sexta-feira, 21 de abril. Com 13 episódios de 30 min cada, a série promete um lacre atrás do outro. Quem vai maratonar com a gente? ;) Confira o teaser aqui: http://migre.me/w4JS8 




Escrito por um dos mais aclamados escritores do mundo dos quadrinhos, Superdeuses é uma exploração instigante e provocadora do nosso grande mito moderno: o super-herói. Neste livro, Morrison lança mão da arte, da ciência e da mitologia e de suas próprias jornadas impressionantes através desse universo sombrio, para oferecer a primeira história verdadeira dos super-heróis, explicando por que eles são importantes, por que sempre estarão entre nós, o que revelam sobre quem somos... e em que ainda podemos nos transformar.




Para os fãs de Black Mirror, Matrix e Ficção Científica em geral - está chegando um thriller tão envolvente que fará você questionar sua perspectiva de realidade e até mesmo a sua sanidade. "Uma história absolutamente intrigante...faz o leitor se perguntar se a catástrofe pode ser mesmo evitada no livro e na vida real." - New York Daily News Em março nas principais livrarias ;) #jangada #grupopensamento




O que Lex Luthor, o dr. Frankenstein, Marie Curie, dr. Moreau e o Capitão Nemo podem ter em comum? Um especialista em ciências e uma especialista em psicologia humana transportaram algumas das mentes mais brilhantes de todos os tempos - como o de seus laboratórios para o divã do psicanalista, para serem "dissecadas" e até, quem sabe, entendidas! Esclarecedor, curioso, engraçado e extremamente divertido, este livro sem precedentes expõe provas irrefutáveis de que o sucesso, a inteligência acima da média e uma estante repleta de prêmios Nobel não são garantias de sanidade. Saiba mais aqui: http://migre.me/w0IU9




Dentre as temáticas do universo Sci-Fi, nenhuma delas é tão popular, envolvente e plural quanto as viagens no tempo. Esta coletânea reúne, em um único volume e pela primeira vez no Brasil, dezoito contos de alguns dos gigantes do universo Sci-Fi, abrangendo cinco décadas, de 1940 a 1990, e incluindo desde “Um Som de Trovão”, de Ray Bradbury, que inspirou o nome da famosa teoria do Efeito Borboleta, até Ursula K. LeGuin, em “Outra História ou um Pescador do Mar Interior”, ou mesmo uma ideia impensável, como no conto do premiado Jack Dann “Inversão do Tempo”, que propõe respostas surpreendentes para uma pergunta perturbadora: e se todos viajassem no tempo, menos você? Aproveite o descontão na Amazon: http://migre.me/w37Vu



Informações retirada da página da Editora. 




Os Últimos Dias

Livro: Os Últimos Dias
Autora: Bela Dias
Número de páginas: 121 
Minha Avaliação no Skoob:    





Sinopse 

O tempo é algo subjetivo. Ele pode ser infinito para alguns e efêmero para outros. No entanto, uma coisa é certa: todos nós temos nosso tempo. E o de Raquel e Gabriel está acabando, pois ambos foram diagnosticados com leucemia. Ela tem 16 anos e ele, 6. Apesar da diferença de idade, ao se conhecerem no hospital, os dois rapidamente se tornam melhores amigos. Juntos, descobrem como aproveitar seus últimos dias, em meio a tantos tratamentos, remédios, dores, exames e olhares piedosos, tornando a dura e triste rotina do hospital um pouco mais divertida. Seja com uma coleção de pores do sol, observando formatos de nuvens, assistindo a desenhos infantis ou lendo O Pequeno Príncipe , mas, principalmente, acreditando que em todo fim existe um novo começo. 

                          


Esse livro é clichê! Mas, ele é um clichê diferente. Ou seja, os personagens têm leucemia, mas a forma que a história é contada é totalmente diferente! Pois a autora escreveu tudo como se fosse um diário! Ou seja, ela contou a vida da Raquel, de uma forma diferente e leve, uma forma que apenas diários sabem contar.

O bonito nesse livro é a amizade que contém entre os personagens! Um encontra forças no outro!! E de alguma forma uma criança consegue mudar a vida de uma adolescente! 

Não tem muito o que escrever nessa resenha, pois corro o risco de contar algum fato importante para vocês! Pois como o livro é curto e tudo nele acontece rapidamente! Mas posso garantir que recomendo esse livro para todos aqueles que buscam sair da ressaca literária e querem uma leitura de verão!

Autora 

Tudo isso começou nas tardes em que eu brincava sozinha, quando criança. Como não tinha muitos brinquedos, eu precisava me divertir de outras formas. Fazia isso usando minha imaginação. Desde então, crio histórias para fugir da minha rotina e encaro a vida sob outras perspectivas. Seja como a Raquel, a personagem do meu primeiro livro, ou como as outras que estão por vir. ​ Pretendo compartilhar aqui algumas dessas histórias, além de dicas literárias e conteúdos de entretenimento no geral, como cinema, música, lazer e comportamento.


Você sabe o que é Chanuká?



Oiee pessoal! Como alguns de vocês já devem saber eu sou judia! Ou seja, busco sempre mostrar um pouquinho da cultura judaica aqui blog! E dessa vez eu decidi mostrar um vídeo de apenas 5 minutos dizendo o que é chanuká! Chanuká esse ano cairá na mesma data que o natal, mas as duas festas não tem nada em comum. Ou seja, espero que vocês gostem!





Copyright © 2013 | Design e Código: Amanda Salinas | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal